Carregando

Coleção Lab x Jeremias: 5 motivos para conhecer

Coleção Lab x Jeremias: 5 motivos para conhecer

A coleção LAB x Jeremias, lançada em dezembro de 2018, tem a participação da Mauricio de Sousa Produções (MSP), selo que publica histórias escritas e desenhadas por diversos artistas. 

 

Os artistas Rafael Calça e Jefferson Costa fizeram uma releitura da estória original, criada em 1960, do primeiro personagem negro da Turma da Mônica. Publicada pela MSP, a obra foi chamada de "Jeremias -  Pelé" e fizemos uma coleção em homenagem a essa releitura que, modéstia a parte, ficou foda!

 

 Se você ainda não viu, listamos cinco motivos para conhecer. Dá um confere aí!

 

 

1. História do personagem

 

Todo o trabalho idealizado por Rafael e Jefferson tem um peso gigantesco para os quadrinhos no Brasil. Além de promover o primeiro negro no “elenco” da Turma da Mônica, a história de Jeremias tem outro grande diferencial: representatividade!

 

Nessa adaptação, Jeremias é uma criança que mora com os pais em um apartamento bem espaçoso - o que já representa uma quebra de estereótipo. Estudante de escola particular e melhor aluno da turma, o jovem desde cedo tem que lidar com vários problemas raciais.

 

Um deles é quando a professora escolhe, em um trabalho de sala em que cada um deveria ir vestido de um tipo de profissão, que Jeremias seria o pedreiro. Com o sonho de ser astronauta, ele vê ali a primeira de muitas batalhas que teria que enfrentar.

 

Todo o enredo da história fomenta muita representatividade e diversidade, o que faz com que muitas pessoas possam se enxergar no cotidiano de Jeremias.

 

Graphic MSP “Jeremias - Pele”. Créditos: Sidney Gusman.


 

2. Sucesso dos quadrinhos

 

Outro motivo para conhecer a coleção Lab x Jeremias é pelo sucesso que a obra fez! Para se ter uma ideia, “Jeremias - Pele” estreou em terceiro lugar em uma das mais importantes listas de apuração dos livros mais vendidos em estabelecimentos comerciais do Brasil: a lista Nielsen PublishNews.

 

O trabalho da dupla Rafael e Jefferson ficou atrás somente de O homem mais feliz da história (Sextante) e O homem mais inteligente da história (Sextante), ambos de Augusto Cury.

 

 

 

3. Mauricio de Sousa

 

Embora não estivesse envolvido diretamente no projeto, só de ter o selo de Maurício de Sousa, já vale a leitura. Na estreia dos quadrinhos, Mauricio exaltou a obra e disse que foi uma reinterpretação ousada da estória original.

A ideia para a coleção de roupas inspirada no personagem também teve o aval do artista. Mauricio de Sousa Produções e Lab Fantasma: que time, amigos!

 

https://www.instagram.com/p/BraWtCCDr1B/

 


4. Graphic MSP

 

O projeto de Graphic Novels da Maurício de Sousa Produções teve iniciou em 2012. A intenção era possibilitar que artistas brasileiros fizessem uma releitura de histórias dos personagens consagrados da Turma.

A ideia deu tão certo que, de lá para cá, foram 21 novas obras. Como no caso de Jeremias, Mônica, Horácio, Cebolinha, entre outros personagens, tiveram novos enredos e perspectivas.

 


5. Variedade de peças

 

Vale a pena conhecer a parceria, principalmente, pela linha completa "Lab x Jeremias" ser composta por tamanhos diversos, que vão do infantil ao plus size. São camisetas, meias e bonés com uma variedade de estampas que ficaram muito daora.  

 

E aí, ficou curioso para conhecer a coleção? Para isso, é só clicar no banner abaixo e conferir tudim!

 



 

1 Comentários

Deixe seu Comentário

Categorias